Instituto Federal do Paraná Marca do IFPR I NS TIT U T O F EDER A L Paraná Campus Londrina
Início Notícias Professores e alunos do Campus participam do Startup Challenge – Polo da Saúde Londrina 2019

Professores e alunos do Campus participam do Startup Challenge – Polo da Saúde Londrina 2019

Publicado em

Nos dias 16 e 18 de agosto, professores e alunos do Campus participaram do Startup Challenge – Polo da Saúde, realizado no Hospital do Câncer de Londrina (HCL).

Duas equipes de alunos do curso Técnico em Informática Integrado ao Ensino Médio (TINFEM) apresentaram Pitches sobre os projetos que desenvolveram no evento, a fim de gerar soluções para problemas reais da área da Saúde.

Os projetos apresentados pelas equipes do Campus Londrina são:

– Projeto LEDGEL (estudantes do 3º ano do TINFEM):

Gustavo de Oliveira Martins

Maria Eduarda Pereira Barbosa

Maria Fernanda Domingos

Mateus Martins do Prado

Rebeca Dedin Brizola

– Projeto EASYDOC (estudantes do 2º ano do TINFEM)

Matheus Henrique Silva

Jonatas Cesar Dias Filho

Adriano Pereira Junior

Davi Lhlapak Rosa

Os professores Romualdo Rubens de Freitas e Rodolfo Barrivieira participaram do evento como mentores de projetos. O Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT) do Campus Londrina apoiou a comissão organizadora na divulgação do evento e no processo de inscrição das equipes do Campus.

Com o objetivo de desenvolver soluções para problemas reais da área da saúde, mais especificamente focados na realidade da área hospitalar, as equipes trabalharam em torno dos desafios levantados internamente pelo HCL e também por pacientes, que identificaram pontos em que soluções inovadoras podem contribuir e melhorar o dia-a-dia.

Conheça as propostas desenvolvidas pelas equipes do Campus Londrina que participaram do evento:

LEDGEL:

A LEDGEL foi criada a partir de uma grande demanda dos hospitais: a infecção hospitalar. Para desenvolver o produto foram pesquisadas as razões e as causas dessas infecções. A equipe constatou que a infecção hospitalar se dá por conta da contaminação cruzada, consequência dos contatos com as mãos e que pode ser evitada por um simples processo de higienização. Entretanto, devido à falta de consciência e de tempo dos profissionais e acompanhantes, essa ação, por vezes, é negligenciada.

Além dos problemas de saúde, esse comportamento pode gerar gastos ao Hospital, que precisa desenvolver campanhas recorrentes de conscientização e organizar auditorias. Diante disso, a equipe criou um produto que consiste em um sistema arduíno acoplado ao dispenser de álcool em gel. Esse sistema teria sensores de presença, com a intenção de chamar a atenção para a realização da higiene das mãos, que só desligaria quando o álcool em gel fosse utilizado. Também haveria uma conexão com o sistema do Hospital, em que automaticamente seria realizado o registro de que a limpeza foi feita.

EASYDOC:

O software desenvolvido pela equipe EasyDoc oferece telemedicina e apoio ao especialista da saúde durante a triagem. A proposta é de que o profissional insira os dados obtidos do paciente no sistema e, através de um algoritmo de inteligência artificial, seja determinado o melhor diagnóstico possível. O médico faz os testes necessários e informa ao programa se o diagnóstico estava correto ou não. Quanto à telemedicina, após a consulta, é possível fazer o cadastro do paciente para que ele possa ter o atendimento em casa, com a assistência do médico, de modo a informar qualquer tipo de problema durante o tratamento.

 

Galeria de Fotos

Leia mais

Instituto Federal do Paraná, Campus Londrina – Rua João XXIII, nº 600 – Londrina PR

Topo