Instituto Federal do Paraná Marca do IFPR I NS TIT U T O F EDER A L Paraná Campus Londrina

Língua Espanhola

 

 Edital nº 150 – Resultado Final e Convocação para a Matrícula

Documentos para a Matrícula

ANEXO I – Declaração de Renda Bruta Familiar

ANEXO II – Autodeclaração Racial

ANEXO III – Procuração para a Matrícula

 


 

 Formulário de Recursos

 Gabarito Provisório – prova de suficiência de língua espanhola

Edital nº 149 – Resultado Provisório após a prova escrita (publidado em 03/09/2019 – às 16h31)

Edital nº 146 2019 – Homologação das inscrições (publicado em 30/08/2019 às 16h24)

Edital 139 – Abertura do Processo Seletivo para o curso FIC em Língua Espanhola – Pré-intermediário (Publicado em 26/08/2019 às 17h05)

Formulário de Inscrição – Curso pré-intermediário de Espanhol

Objetivos:

O ensino de Língua Espanhola está pautado na perspectiva do letramento, ou seja, da valorização das práticas sociais que envolvem o uso oral e escrito da língua, bem como no desenvolvimento das competências comunicativas propostas por Canale e Swain (1980 apud COIMBRA, CHAVES, 2016): as competências linguística, sociolinguística, discursiva e estratégica. Como objetivos específicos, foram adaptados aqueles previstos pela chamada grelha para auto-avaliação do QECR (cf. ALVES, 2001) e incluídos outros ligados à abordagem do letramento.

Assim, espera-se que o curso oportunize ao aluno:

  • Compreender as ideias principais quando o discurso é claro e normal e se tratam assuntos quotidianos que têm lugar no trabalho, na escola, durante o tempo de ócio, etc.
  • Compreender a ideia principal de muitos programas de rádio ou televisão que tratam temas atuais ou assuntos de interesse pessoal ou profissional, quando a articulação é relativamente lenta e clara.
  • Compreender textos escritos numa linguagem de uso habitual e quotidiano, bem como descrição de acontecimentos, sentimentos e desejos.
  • Desenvolver-se em quase todas as situações que se apresentam quando se viaja para onde se fala essa língua, participando espontaneamente numa conversação que trate temas quotidianos de interesse pessoal ou que sejam pertinentes para a vida diária (como família, hobbies, trabalho, viagens e acontecimentos atuais).
  • Ser capaz de escrever textos simples e bem relacionados sobre temas que são conhecidos ou de interesse pessoal.
  • Construir uma compreensão sócio-interacionista da língua, que se realiza por meio da interação entre sujeitos sociais, e não se reduz a um código.
  • Perceber as relações de poder e identidade que envolvem o uso da língua.
  • Refletir sobre os aspectos linguístico-discursivos na construção de sentidos do texto, oral e escrito.
  • Desenvolver a fruição estética na leitura de textos literários
  • Desenvolver o senso crítico em relação às línguas minoritárias africanas e indígenas e suas culturas.
  • Ampliar o conhecimento da cultura de países hispânicos.

Perfil Profissional de Conclusão

O aluno seja capaz de compreender as ideias principais quando o discurso é claro e são tratados assuntos quotidianos, que têm lugar no trabalho, na escola, durante o tempo de ócio; que ele seja capaz de compreender textos escritos numa linguagem de uso habitual e quotidiano, bem como descrição de acontecimentos, sentimentos e desejos.

Espera-se que ele possa desenvolver-se em quase todas as situações que se apresentam quando se viaja para onde se fala essa língua, participando espontaneamente numa conversação que trate temas quotidianos de interesse pessoal ou que sejam pertinentes para a vida diária (como família, hobbies, trabalho, viagens e acontecimentos atuais) e que seja capaz de escrever textos simples e bem relacionados sobre temas que são conhecidos ou de interesse pessoal.

Espera-se, ainda, que o aluno desenvolva uma perspectiva crítica – e não instrumental – em relação à língua, compreendendo que a língua não existe por ela mesma, mas na interação entre sujeitos, socialmente construídos, cujas relações são imbuídas de relações identitárias e de poder.

 

Unidade Alagoas – Rua Alagoas, nº 2001   |   Unidade Dom Bosco – Rua João XXIII, nº 600

CEP 86060-370   |   Telefone: 43 3878-6100   |   Londrina/PR

Topo