Instituto Federal do Paraná Marca do IFPR I NS TIT U T O F EDER A L Paraná Campus Londrina
Início Capacitação em Odontologia Hospitalar para o Técnico em Saúde Bucal

Capacitação em Odontologia Hospitalar para o Técnico em Saúde Bucal

Objetivos do Curso

O curso tem como objetivo capacitar e certificar o profissional Técnico em Saúde Bucal para atuar no âmbito hospitalar conforme regulamento do Código de Ética Odontológica (CONSELHO FEDERAL DE ODONTOLOGIA, 2012) e a Lei Federal nº 11.889 de 24 de dezembro de 2008 (BRASIL, 2008a). Desta forma, contribuir para a inclusão e o fortalecimento da profissionalização do pessoal Técnico da Odontologia. Buscam-se ainda os seguintes objetivos:

  • Proporcionar ao aluno condições de aprender a questionar situações, sistematizar problemas e buscar criativamente soluções, por meio de um processo de ensino-aprendizagem centrado no aluno como sujeito e apoiado no professor como facilitador e mediador do processo, formando um profissional com perfil voltado para a promoção integral da saúde;

  • Levar o educando a reconhecer a saúde como direito e reflexo das condições de vida da população, exercendo sua profissão como uma forma de participação e transformação social;

  • Promover o conhecimento dos princípios éticos em odontologia, incentivando o aluno a aplicá-los em todos os aspectos de sua vida profissional, tornando-se um profissional que adota princípios éticos no exercício de sua profissão;

  • Preparar o aluno para organizar seu trabalho com base nos princípios do planejamento em saúde, realizar ações administrativas registrar dados e participar da análise das informações relacionadas ao controle administrativo em saúde bucal, permitindo atender as demandas da população de forma adequada às suas necessidades;

  • Habilitar o aluno para realizar ações de promoção de saúde a partir da compreensão das situações, dos grupos de risco e da identificação das potencialidades locais e na prestação de cuidados de recuperação e manutenção da saúde, segundo as fases do ciclo vital e das normas institucionais e princípios éticos do atendimento em saúde, respeitando o princípio da universalidade na prestação de serviços em saúde.

  • Capacitar o aluno, em respeito à Lei nº 11.889, de 24 de dezembro de 2008, para desenvolver a organização e execução das competências previstas nesta lei (BRASIL, 2008a).

Sendo assim, o curso objetiva proporcionar o desenvolvimento destas competências profissionais e trabalhar na organização curricular um caminho metodológico que privilegie a prática pedagógica contextualizada. Deste modo o aluno será desafiado frente a situações problema que possibilitem o exercício contínuo da mobilização e a articulação dos saberes necessários para a ação e a solução de questões inerentes à natureza do trabalho e às constantes transformações que lhe são impostas e às mudanças socioculturais relativas ao mundo do trabalho. O perfil profissional de conclusão busca considerar os processos de trabalho de complexidade crescente, relacionados com a Odontologia e o setor hospitalar com o exercício da ética, da responsabilidade social e da atitude empreendedora.

 

Perfil profissional de Conclusão

O TSB tem como perfil profissional a formação humanista, crítica e reflexiva, para atuar em todos os níveis de atenção à saúde, com base no rigor técnico e científico. Capacitado ao exercício de atividades referentes à saúde bucal da população, pautado em princípios éticos, legais e na compreensão da realidade social, cultural e econômica do seu meio, dirigindo sua atuação para a transformação da realidade em benefício da sociedade.

Ao final do Curso, o aluno estará qualificado como TSB em ambiente hospitalar, cujas atribuições (sempre sob a supervisão do CD) estão definidas segundo a Lei Nº 11.889, de 24 de dezembro de 2008 (BRASIL, 2008a), além das atividades previstas para o ASB:

  • Participar do treinamento e capacitação de Auxiliar em Saúde Bucal e de agentes multiplicadores das ações de promoção à saúde;
  • Participar das ações educativas atuando na promoção da saúde e na prevenção das doenças bucais;
  • Participar na realização de levantamentos e estudos epidemiológicos, exceto na categoria de examinador;
  • Ensinar técnicas de higiene bucal e realizar a prevenção das doenças bucais por meio da aplicação tópica do flúor, conforme orientação do cirurgião-dentista;
  • Fazer a remoção do biofilme, de acordo com a indicação técnica definida pelo cirurgião-dentista;
  • Supervisionar, sob delegação do cirurgião-dentista, o trabalho dos auxiliares de saúde bucal;
  • Realizar fotografias e tomadas de uso odontológicos exclusivamente em consultórios ou clínicas odontológicas;
  • Inserir e distribuir no preparo cavitário materiais odontológicos na restauração dentária direta, vedado o uso de materiais e instrumentos não indicados pelo cirurgião-dentista;
  • Proceder à limpeza e à antissepsia do campo operatório, antes e após atos cirúrgicos, inclusive em ambientes hospitalares;
  • Remover suturas;
  • Aplicar medidas de biossegurança no armazenamento, manuseio e descarte de produtos e resíduos odontológicos;
  • Realizar isolamento do campo operatório;
  • Exercer todas as competências no âmbito hospitalar, bem como instrumentar o cirurgião-dentista em ambientes clínicos e hospitalares.

Desta forma, respeita-se na íntegra o perfil que recomenda a Classificação Brasileira de Ocupações (BRASIL, 2002) para este profissional que deverá planejar o trabalho técnico-odontológico em consultórios, clínicas, laboratórios de prótese e em órgãos públicos de saúde como os hospitais.

Unidade Alagoas – Rua Alagoas, nº 2001   |   Unidade Dom Bosco – Rua João XXIII, nº 600

CEP 86060-370   |   Telefone: 43 3878-6100   |   Londrina/PR

Topo